Buscar
  • Blog arm exec

E depois....depois o café esfria.

Temos, nós brasileiros, um comportamento que é um consenso: deixamos para fazer, realizar, depois do Carnaval.

Quando eu comecei a ser autônoma (bom...ainda mais), muitos amigos me advertiram para esse período do ano onde tudo funciona depois, ou seja, você não consegue fazer as coisas acontecerem antes, muito menos durante, a não ser que a sua atividade sobreviva de carnaval.

Esse ano, ao dobrarmos a esquina da folia, uma pandemia nos visita e assim, um semestre de oportunidades ficou à deriva.

Temos um grande desafio que não é só nosso, mas do mundo inteiro. Esse fluxo da rotina que tínhamos foi interrompido e, por força maior, um novo cenário apareceu.

Dessa montanha-russa não temos como descer, entre subidas e descidas; curvas e reviravoltas, só nos resta seguir em frente, nos protegendo como for possível, com a certeza de que uma hora passa.

Como disse Winston Churchill, primeiro ministro da Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial: “Quando estiver atravessando o inferno, continue caminhando”.

Esse texto é uma reflexão para nós pensarmos sobre o tempo que perdemos esperando. O binômio “tempo é dinheiro” está sendo ressignificado para “tempo é vida”.

Além disso, estamos desenvolvendo novas habilidades, organizando melhor o tempo, ganhando consciência onde tudo é urgente nada é urgente, definindo o que realmente importa. Esse recurso, tão precioso, nos humaniza e nos torna iguais, pelo menos sob um aspecto: TODOS temos 24hs, o que você faz com esse patrimônio é o que transforma a sua vida.

Muitos estão se adaptando, outros terão de se reinventar para permanecer. Alguns serviços, produtos, processos, deixarão de existir. Fatalmente teremos fusões, um rearranjo no cenário global e no nosso comportamento também. Faz parte da situação, de tudo o que estamos participando na preservação da vida individual e coletiva.

No livro A Semente da Vitória, do autor Nuno Cobra, que também foi preparador físico do Ayrton Senna, ele afirma: “O que distingue aquele que consegue daquele que não consegue sair do lugar é o fazer. Todo segredo está contido nessas cinco letrinhas mágicas: FAZER”.

São as nossas ações de agora que estão desenhando o nosso futuro. Recomendo não inverter essa ordem e ficar ansioso, o famoso excesso de futuro no qual vivíamos. O melhor tempo ainda é o presente portanto, antes do café esfriar, desfrute-o.

60 visualizações

© 2020 Direitos Reservados

  • LinkedIn ícone social